Usuários e especialistas discutem mudanças na política de saúde mental

Hoje é lembrado o Dia Nacional da Luta Antimanicomial Uma série de atividades foi programada hoje (18) pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP) para marcar o Dia Nacional da Luta Antimanicomial em várias cidades. Florianópolis promove a 2ª Caminhada do Orgulho Louco e o Surto coletivo, no centro da cidade. Na sede do Ministério Público do Estado do Amazonas haverá a Roda de Conversa em Saúde Mental. A programação completa está disponível no site do conselho. “Criado num bocado de Brasil”. Foi assim que Cledisson de Oliveira Bezerra resumiu o próprio passado, marcado pela vivência em ruas de diferentes cidades brasileiras e pela luta para superar problemas decorrentes do uso abusivo de drogas. No presente, a realidade é outra. “Empoderado”, como definiu, com “autoestima lá em cima”, agora ele tem residência fixa e um objetivo: lutar em defesa da saúde mental e contra os manicômios. A mudança começou quando foi orientado a buscar apoio em um Centro de Atenção Psicossocial (Caps), em Belo Horizonte. “Eu não fui no começo porque fiquei com preconceito de ser um manicômio, com medo de ficar preso, então relutei. No dia em que eu fui, no primeiro dia, me receberam em uma casa, não tinha nenhum aspecto…

CONTINUE A LEITURA Usuários e especialistas discutem mudanças na política de saúde mental

Campanha de vacinação contra a gripe começa nesta segunda-feira em todo o país

A campanha nacional de vacinação contra a influenza começa nesta segunda-feira (23). A meta, segundo o Ministério da Saúde, é imunizar 54,4 milhões de pessoas, que fazem parte do grupo considerado “mais suscetível” ao agravamento de doenças respiratórias. Até 14 de abril deste ano, o governo já registrou 392 casos de influenza em todo país, com 62 mortes. Com 8 óbitos, o estado de Goiás antecipou a imunização, que começou no último dia 13 de abril. Vacina da gripe A vacina desse ano tem a possibilidade de proteger contra três tipos de vírus da gripe: o Influenza A, nas variações H1N1 e H3N2 e influenza B. Para o ministério, o acréscimo da proteção contra o H3N2 acontece após a infecção de 47 mil pessoas no hemisfério norte, em janeiro, mas no Brasil, segundo Carla Domingues, coordenadora-geral do programa de imunização do ministério, “não há nenhuma evidência que teremos uma circulação forte do H3N2”.

CONTINUE A LEITURA Campanha de vacinação contra a gripe começa nesta segunda-feira em todo o país

Pulverizadores Costais são utilizados no combate à dengue em Livramento

Os agentes de combate a endemias (ACE) concluíram o treinamento, ministrado por profissionais da Base Operacional de Saúde de Brumado (BOS), para o uso e manuseio dos pulverizadores costais que serão usados no combate ao Aedes Aegypti, mosquito transmissor da Dengue, Zica e Chikungunya. Com isso, na manhã da última terça-feira (17) os ACEs, acompanhados pelos servidores da BOS e pelos ACS (agentes comunitários de saúde), iniciaram o uso, em campo, dos novos equipamentos. As primeiras pulverizações aconteceram nas proximidades do Colégio Probo, visto que muitos casos foram notificados naquela região.

CONTINUE A LEITURA Pulverizadores Costais são utilizados no combate à dengue em Livramento

Novo implante vaginal pode ajudar na proteção de mulheres contra HIV

Um novo dispositivo pode ajudar a proteger mulheres da infecção por HIV. Desenvolvida por cientistas da Universidade de Waterloo, no Canadá, a ferramenta é um implante vaginal que diminui o número de células que podem ser atacadas pelo vírus no trato genital da mulher. Segundo o jornal O Globo, o implante utiliza a imunidade natural de algumas pessoas contra o vírus. “Sabemos que algumas drogas, quando tomadas oralmente, nunca chegam ao trato vaginal, então este implante pode ser uma maneira mais confiável de encorajar as células T a não responderam à infecção, e assim também prevenir a transmissão de forma mais barata e confiável”, explicou Emmanuel Ho, professor da Escola de Medicina da universidade canadense e um dos pesquisadores responsáveis pela descoberta. “O que não sabemos ainda é se isso pode ser uma opção única para a prevenção da transmissão do HIV ou se pode ser melhor usada em conjunção com outras estratégias de prevenção. Pretendemos responder a essas questões em futuras pesquisas”. O implante é formado por um tudo oco e dois “braços” flexíveis. Lentamente, ele libera hidroxicloroquina (HCQ), que é absorvida pelas paredes do trato vaginal. Os testes foram feitos em um modelo animal.

CONTINUE A LEITURA Novo implante vaginal pode ajudar na proteção de mulheres contra HIV